VISITE MEU OUTRO BLOG

VISITE MEU OUTRO BLOG
BASTA CLICAR NA IMAGEM

domingo, 1 de novembro de 2009

NÃO TENTE PRENDER AS BORBOLETAS

Tem que caminhar muito para finalmente aprender que o hoje é o momento!
Nem sempre as borboletas pousam nas mesmas pétalas mais de uma vez,mas com certeza amanhã pousarão novas borboletas!
Não tente prender as borboletas!

4 comentários:

  1. Que bom saber de ti! Este blog ainda vive!! hehehe
    Sempre hoje será o momento, o nosso... E de algumas borboletas!
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  2. Receita de ano novo 
    de Carlos Drumond de Andrade
     

    Para você ganhar belíssimo Ano Novo 
    cor do arco-íris, ou da cor da sua paz, 
    Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido 
    (mal vivido talvez ou sem sentido) 
    para você ganhar um ano 
    não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, 
    mas novo nas sementinhas do vir-a-ser; 
    novo 
    até no coração das coisas menos percebidas 
    (a começar pelo seu interior) 
    novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, 
    mas com ele se come, se passeia, 
    se ama, se compreende, se trabalha, 
    você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita, 
    não precisa expedir nem receber mensagens 
    (planta recebe mensagens? 
    passa telegramas?) 
     

    Não precisa 
    fazer lista de boas intenções 
    para arquivá-las na gaveta. 
    Não precisa chorar arrependido 
    pelas besteiras consumidas 
    nem parvamente acreditar 
    que por decreto de esperança 
    a partir de janeiro as coisas mudem 
    e seja tudo claridade, recompensa, 
    justiça entre os homens e as nações, 
    liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, 
    direitos respeitados, começando 
    pelo direito augusto de viver. 
     

    Para ganhar um Ano Novo 
    que mereça este nome, 
    você, meu caro, tem de merecê-lo, 
    tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, 
    mas tente, experimente, consciente. 
    É dentro de você que o Ano Novo 
    cochila e espera desde sempre.

    Que em 2010 Deus o abençôe com saúde, paz, muito amor e um bom trabalho!
    abraço

    ResponderExcluir
  3. Um formoso menino estava mesmo alí
    Tocou de leve o lado esquerdo do meu peito
    Olhou-me com um luminoso sorriso
    Deixou-me sem fala, sem jeito

    Deixou-me no apagar de uma vela
    Olhei novamente o mar
    A calmaria voltou como por encanto
    Mil criaturas inundaram-me o olhar

    Golfinhos felizes assobiaram
    A cria de uma baleia acenou-me
    Uma andorinha do mar poisou no parapeito da janela
    Uma maravilhosa e antiga história sussurou-me

    As estrelas brilharam no celeste
    A Lua estendeu seu manto de fino lusr nesta cena
    Adormeci na imensidão deste mundo
    No embalo de...Uma Noite Serena...


    Uma noite serena

    Um bom final de ano e luminoso 2010

    Um terno beijo

    ResponderExcluir
  4. Muito bonita sua postagem sobre borboletas. Eu trago comigo uma lição, elas, antes de serem livres como são eram limitadas, espinhentas e se arrastavam para onde quisessem ir, e para chegar onde estão, sem amarras, elas passaram por um longo período de transformação, aguentaram as mudanças. Que possamos ser assim, usufruir das mudanças e da inconstância da vida, canalizando essas mudanças em prol de nosso bom viver. Visite meu espaço o www.ashistoriasdetodosnos.blogspot.com quando tiver um tempinho. Feliz 2010.

    ResponderExcluir

Gostou do que encontrou aqui?
Comente este artigo que acabou de ler.